Sunday, 20 January 2008

Os Puntos e os Corsas cinzentos

Quando num daqueles dias em que não estou no meu juízo perfeito, e decido enveredar pela odisseia de ir enfiar o meu carrinho numa garganta de betão em contagem decrescente, dum desses hipers do Ti Belmiro, fazendo chiar a borracha nas curvas e sufocando os meus filhos com poluentes de escape, passeando debaixo de um céu de cimento iluminado por um sol de néons capazes de induzir epilépsia num pneu, acabo por apanhar um desses carrinhos de rodas tortas cheios de publicidade, e entrar no templo do cartão de crédito.

Na zona da fruta, escolho demoradamente as laranjinhas mais laranja, e os morangos mais redondos , vermelhos e saborosos.Na zona das revistas, procuro aquela cuja capa me transporte para o limiar do sonho, ou que pelo menos me perturbe os sentidos.

"Mas o que é que isto tem a ver com carros,afinal?"-Perguntar-me-ão.

Quando o Zé Manel do bigode do Cacém decide comprar um automóvel, apesar de um sem número de marcas disponíveis no mercado a preços vantajosos, e das inúmeras revistas da especialidade a percorrerem milhares de quilómetros para testar bons e acessíveis automóveis, imaginem para onde recai a escolha do Zé Manel; Para um Punto ou um Corsa! Metalizado, ainda por cima! É como se eu fosse a correr para a zona da fruta amadurecida e "pisada", e fosse escolher revistas do mês passado.

Porquê metalizado? Porque "metalizado", é distinto. Uma vez no stand, após ter resolvido a questão de quantos anos irá andar sobre-endividado sem hipótese de ver o ordenado para além do dia que o recebe, o Ze Manel franze o sobrolho a todas as cores do catálogo como brancos e verdes ( Embora eu não consiga conceber alguém a comprar um Punto Verde...), e escolhe o Cinzento metalizado.

" É uma côr distinta"...Remata o Zé Manel, após assinar um quilo de papéis da Cofidis, ou de outra financiadora qualquer.

Mas tenho uma novidade...Cinzento metalizado fica distinto no Aston Martin de James Bond, no Murciélago de Rooney, ou no Phantom de Elizabeth II. Cinzento metalizado NAO é uma cor distinta num Corsa ou num Punto.

Mas isso já o Zé Manel sabe, quando estaciona em frente ao seu prédio de Massamá, ao lado do Corsa Cinzento-metalizado do vizinho do terceiro, e do Citroen C3 cinzento metalizado da vizinha do Sétimo. Uma vista aérea do local, asemelhar-se-ia a um cinzeiro. O Zè Manel, comprou um Punto, porque "devia ser um carro bom", porque "toda a gente tem um".

Por vezes, em reuniões de condóminos, os intervenientes entretêm-se a trocar correspondência de pagamentos em atraso entre si, entregues por engano pelo carteiro.

Mesmo a côr " Cinzento metalizado" revela um snobismo enervante. Reparem: Existe Verde metalizado, Azul metalizado, mas apenas nos referimos a eles como "verde" e "azul" . O Cinzento não! Tem de ser "metalizado", porque senao corrêmos o risco de pensar que é de côr de aparelho, ou que pertence à Marinha.

O último grau de vaidade, o topo dos topos do narcisismo , o "créme de la créme" do cinzento metalizado, é quando o proprietário se refere á cor do seu carro como " Cinzento-Prata", ao motorista do reboque de bigode farfalhudo e de desperdício no bolso,.

Possuir um Punto ou um Corsa cinzento metalizado, significa que desistimos de viver. Básicamente estamos a dizer ás pessoas: Pra-mim-qualquer-coisa-serve-e-não-ligo-muito-a-isto-dos-carros-desde-que-me-leve-as-compras-esta-tudo-bem.

É como estar numa festa em Hollywood, e sermos puxados por uma estrela de cinema para dentro de um quarto, desejosa de nos arrancar as roupas, e preferírmos ir jogar ás cartas com o tipo que costuma segurar os microfones.

Quer comprar um Punto ou Corsa cinzento metalizado? Não desespere. Há tratamentos para isso. O suicídio, por exemplo...

2 comments:

nando007 said...

Caro Mike, agora vai ter de arranjar um post para os BMW pretos, Mercedes Pretos, audi preto. É a côr da moda...
Alguém gosta do vermelho? ... vermelho Ferrari...OK?

Mike Silva said...

Boa ideia...Vamos tratar disso...