Sunday, 31 January 2010

Sala das Máquinas: Segundo aniversário- Visita ao Concorde !

"Caros visitantes, eis a lenda perante os vossos olhos..." Quantas visitas guiadas começam assim?



O blog Sala das Máquinas faz dois anos. Para trás ficam todas estas andanças pelo Mundo à procura de máquinas que nos façam sonhar e nos tirem de frente da televisão e dos centros comerciais. Perguntam-me por vezes, que raio de interesse tem andar de volta da máquinas e de carros e companhia limitada. Não me maço muito a responder,porque normalmente estas perguntas são feitas por pessoas cuja noção de passear com a família é arrastá-los para dentro de centros comerciais. Quando não está a dar "Bola" na televisão.


Ora aqui está uma coisa que não vemos todos os dias...


Assim, nos meus apontamentos, festejar o aniversário de um blog sobre máquinas, visitando uma máquina que para muitos é o expoente máximo da Aviação, e que gastava 500 Litros por minuto para descolar, percorrendo o Atlântico enquanto o Diabo esfrega um olho, é do melhor que pode haver. Assim sendo, eis que o Blog Sala das máquinas apagou as velinhas no restaurante do Concorde Visitor Center em Manchester, na companhia de amigos e convidados do Blog.



Um pouco mais potente do que um Cessna...



Este Concorde, não é apenas "um Concorde". Este Concorde, matriculado de G-BOAC, era o Concorde " Especial" onde a família real viajava, e onde estrelas Rock marcavam os seus vôos. Sim. Este é o Concorde onde Phil Collins viajou de Londres para Nova Iorque, quando actuou no Live Aid nos anos oitenta. Este é o Concorde onde Michael Jackson comprava dois lugares, para ninguém ir ao lado dele, e fazia toda a viagem tapado com um cobertor. A 4000 Libras ( 4500 Euros) o bilhete, era um desperdício. Principalmente porque a comida servida a bordo era proveniente dos mais luxuosos restaurantes dos dois lados do Atlântico, mudando o menu de duas em duas semanas.





É assim que 14000 cavalos se parecem...




...Ou então assim! Um dos "grelhadores" que queimava cinco litros por segundo ! ( Mas que nesse segundo fazia o Concorde percorrer 700 metros...)


Luciano Pavarotti, impedido de viajar no Concorde por causa da sua...cintura, reclamou junto da companhia, e esta mandou retirar os separadores centrais dos bancos. Após o acidente de 2000, ( O unico acidente com um Concorde), foi necessário revestir os motores com placas de Kevlar, adicionando cerca de 400 Kg por aeronave. Como resultado, a British Aerospace mandou fazer novas cadeiras em Titânio forradas em napa azul ,com o preço individual de 8000 Libras , que poupavam 400 Kg , possibilitando assim não reduzir o número de passageiros. A Air France não modificou os seus aparelhos.


Brevemente, num quiosque perto de si...




Este aparelho, é o único que actualmente " se fosse necessário" seria o mais rápido de colocar em vôo novamente. O trem de aterragem, necessáriamente alto para impedir detritos de entrarem para os motores, e para facilitar a inclinação na descolagem, superior aos aviões "normais", foram desenvolvidos pela Bugatti e pela Hispano Suiza! A herança automóvel nos céus.

Reparem no pequeno autocolante por cima: " Engineered to be the best, Concorde fly above the rest...". Nada mais a acrescentar.




Para quem acha que tem uns sofás caros em casa...que tal um par de cadeiras em titâneo por 8000 Libras ( 9000 Euros )?



Tudo neste Avião, um hino à capacidade tecnológica do Homem, é de nos deixar de boca aberta. Apesar de construído em 1979, este G-BOAC voou 42 milhões de Milhas e permaneceu no ar mais de 8500 Horas de Vôo, sem um único acidente até ter sido retirado de serviço em 2003, após o último vôo. Detêm o record de ter cruzado o Atlântico QUATRO vezes no mesmo dia, e de ter sido o local do jogo de Golf realizado a maior altitude , com a tacada mais longa. Um jogador, deslocou-se à traseira do aparelho, e deu uma simples tacada , tendo a bola percorrido todo o corredor. Enquanto isto acontecia, em poucos segundos, o aparelho percorreu três quilómetros! Só o simples facto de ir aos lavabos, durante três minutos, faz com que durante esse tempo se tenham percorrido CENTO E CINQUENTA QUILÓMETROS, pois o Concorde faz cerca de 700 metros por segundo a duas vezes a velocidade do som. Isto, amigos, é Lisboa-Porto em sete minutos!...




De onde quer que se olhe... A beleza das linhas de charme que o tempo não consegue apagar...



Já aqui falei do Concorde num post anterior, por isso não quero estar a repetir-me.Aliás, Quero. OH se quero. Vão continuar a ouvir falar do Concorde. O Mundo mudou muito, e construir algo que substitua o Concorde, não vai acontecer nas próximas décadas. Por isso, visitar um aparelho destes é o mais perto que podemos estar de algo que para se deslocar utiliza quatro motores supersónicos com 76 toneladas de impulso, capaz de dar a volta ao Mundo em 29 horas.Gastando 25000 Litros por hora. Estas são apenas algumas das curiosidades que me levaram a sair de casa num Domingo de neve. Ficar em casa no quentinho a ver a " Bola", ou passar uma manhã de Domingo festejando o segundo aniversário de um blog aos comandos do avião comercial mais belo e potente jamais construído pelo Homem? Deixem cá pensar...



Bem-vindo de volta. O Mundo é agora um local muito maior que em 2003...



Esta é a Sala das Máquinas...Feliz aniversário.

8 comments:

Dom Fuas. said...

Um sonho, nao quero bater as botas, sem por as patas dentro deste colossal de engenharia. creio que em 2003 ficámos mais pobres, algo que se pode comparar ao fim que se deu com o Titanic, tanta tecnologia, tanto investimento , tantas horas de engenharia para depois irem por água a baixo.. uma tristeza para quem gosta de máquinas.

zezé

Lídia Borges said...

Fascinante, sem dúvida!

Grata pela informação que me proporcionou.

L.B.

MOTARTE said...

Parabéns, muitos anos de vida e actualizações deste calibre! ;)

Efcm said...

Parabéns pelo Blogue.

o concorde é sem duvida um marco da engenharia.

Castanheira said...

Em miudo tive um Concorde em miniatura. Na altura adorava o avião e foi praticamente o unico modelo que tive. Por isso sempre admirei este avião, mas nunca soube muito da sua história, para de saber que fazia duas vezes a velocidade do som. Um dia "senti-o" a passar por Lisboa (todos o devem ter sentido), mas infelizmente não o vi, mas fiquei impressionado com o som. Com este 2º post igualmente carregadinho de factos e números, fico siderado com a grandiosidade desse "bicho". Dá mesmo vontade de pegar na mochila e voar para Manchester.

MS said...

Não precisa de uma mochila,amigo Castanheira. E mal aterre em Manchester, vê-o logo antes do terminal. Pense nisso.Cá o esperamos.

MS said...

Obrigado pelo vosso feedback,Lídia e Efcm. Motarte,tens de largar os Açores por um bocadinho e vires cá ver "maquinaria" de abrir a boca. Pensa nisso.

Bruma said...

Sem dúvida original!

Cá entre nós... passear aos fins de semana, ou noutro dia qualquer no centro comercial por diversão, rssss... creio que existe um leque de escolha bem melhor que isso... mas enfim são gostos e há-os para tudo! ;)

Jinhos e parabéns!