Sunday, 24 May 2009

Motas em Stafford


"Um" dos pavilhões do Stafford international Classic Bike Show




"Motas"...Algo que passámos a nossa vida a ouvir que é algo "perigoso". Tal como os "cães perigososos"que toda a gente diz para termos cuidado . Seis anos com um Rottweiller a brincar com os putos, e confio mais nela, do que muita gente. Mas sempre que fôr preciso, também sabe pôr o "agrafador" a trabalhar... Principalmente se ela vir alguém mexer nas minhas motas...

A vantagem das motas em relação aos carros, é que como sabemos, cabem em qualquer lugar. Por isso, quando estamos em Lisboa à procura de um sítio para estacionar para irmos tratar do Bilhete de identidade, basta procurar o poste mais próximo da esquina do arquivo de identificação, e mesmo o agente policial de serviço ali presente" dá um olhinho" pela nossa montada. Escusamos de percorrer todas a ruas do Areeiro e da Alameda para depois estacionarmos sob a "orientação" de um "gestor de espaços públicos " a acenar-nos com um jornal enrolado.

Sempre que preciso de ir a Lisboa tratar de alguns assuntos, pego na minha fiel Vespa, e lá mergulho eu em meandros e labirintos apertados de carros que esclerosam as artérias da cidade. Tal e qual um pequeno avião que sobrevoa território inimigo a baixa altitude circundando as montanhas, imperceptível aos radares, e cuja sua única defesa é o seu tamanho diminuto e capacidade de operar em pistas curtas e improvisadas.

O que é que tem? Sempre pode dar um bom pisa -papéis...

Claro que esta principal vantagem , junta pontos na altura de sermos atacados por aquela doença, que muitos conhecem como "sucatis amontoatis", ou seja, um bacílo que nos obriga compulsivamente a juntar tudo o que tenha um motor dentro da nossa habitação, com uns divórcios e processos cíveis movídos por vizinhs pelo meio.Uma Cultura universal. Motos clássicas para todos.


A fórmula escrita pelo matemático Mike Silva, um génio de origem portuguesa que em início do Séc.XXI partiu para Inglaterra diz que " A capacidade de armazenamento de motas e carros velhos é sempre superior em 20 por cento em relação ao volume do espaço de armazenamento disponível". Erradamente , os doentes de "sucatis amontoatis", pensam que os seus problemas se resolveriam com um "barracão maior". Errado. Em vez de motos, iam começar a guardar autocarros e doubledeckers. Sei do que falo...

Duzentos contitos...Para não dizerem que as motos inglesas são "caras"...


Mas isto não interessa nada. O que interessa, é que esta malta no espaço de um carocha, consegue guardar dez motos. Mesmo com ferros atravessados na parede para as pendurar umas por cima das outras como cabides. E onde é que esta malta resolve se juntar para debater os contornos desta doença? No grande simpósio médico de Stafford. O maior show de motos clássicas do Mundo.Clássicas desde o primeiro dia. Por muito que desagrade à "brigada do Cachimbo e do Volvo..." As futuras motas velhas compradas dentro de caixas de papelão pelos nossos netos...



Palavras para quê? Se é moto, se é ferrugenta, se é rara ou se está restaurada a um ponto que podia estar na sala de jantar, então estará em Stafford. Os entusiastas de motos clássicas que nunca foram a Stafford deviam ser presos. E metidos algemados dentro de um C130 e trazidos sob escolta para a base aérea de Stafford. A pouca distância do evento...

4 comments:

Alexandra Moura said...

Belo testemunho Mike,um dia destes irei para esses lados ver estes eventos,resto de um bom domingo beijokas doces.

MOTARTE said...

Vou já para o aeroporto esperar pelo C130... ;)

nando007 said...

Espera aí que eu vou contigo... só tenho que deixar a minha BSA B31 de 59 + a Shoting Star 68 + a Norton as peças + .... é só sucata.

Bruma said...

Olá Mike!
Não sou entendida no assunto, e a única experiencia que tive com motas, foi andar de boleia numa vesta, há muitos anos atrás.
Agora sendo o Mike, uma pessoa entendida, é que me podia esclarecer numa dúvida que tenho, e eu agradeç.
Ora bem, quando se espeta um prego de 5 cm num pneu e em andanmento creio, eu que o pneu estoira, mas tb pergunto-me se isso será possivel, espetar um prego desse tamanho num pneu!?!?
Mas se porventura for enfiado, antes ou seja quando estava estacionado(a), creio que em andamento o pneu vai-se esvaziando suavemente, mas muito rapidamente!

Bjinhos e obrigada pela visita no meu cantinho