Sunday, 6 April 2008

As fabulosas oficinas de Duxford

Blackbird SR 71
Sabem o que me apetecia fazer? Era atar um destes motores a um Renault 4 e ir para a "Vasco da Gama" com um telemóvel... ( Hey, I,m only joking here!...)




Um Gloster Gladiator de 1938 reparado ao milímetro! Não ficou peça sobre peça!






Existe um lugar, onde as gloriosas máquinas voadoras de outrora são recuperadas ao milímetro, para regressarem aos céus. Tudo feito por voluntários e entusiástas...

Não há necessidade de falar muito sobre isto, as imagens com legendas falam por si. Estas oficinas estão abertas ao público, que apenas tem de ter cuidado com os trabalhos a decorrer, e com algum barulho estranho, como um Spitfire sem colector de escape a ser testado.





O primeiro concorde do mundo a voar, está aqui, e pode ser visitado.








No caso de estarem a perguntar, sim, cheira um pouco a mofo...



Um Vought Corsair F4U da marinha dos EUA, em testes. Um dos poucos na Europa em condições de vôo.






Um Mil Mi 4 " Hound" soviético trazido do Afeganistão nos anos oitenta. Está à espera de "vez" na oficina...








Brincavam com "Legos" quando eram putos? Então isso basta para trabalharem como voluntários em Duxford...




Uma vez recuperados, estas aeronaves fazem vôos de recreio para visitantes.Eis um deHavilland Rapide de 1936.( Com dois motores de automóvel!)




Este irá ser o único Handley Page Victor a voar no mundo. Actualmente, a ser vistoriado por técnicos da Rolls Royce e da RAF...À borla!





Sim, mais "Legos" para montar...um MIG russo! Voluntários precisam-se...








Espaço para guardar um B-52? Ora, ponham-no alí ao pé do SR71, ao lado do B-29! Já agora,deixa cá ver o porão das bombas...

3 comments:

Pedro Barata said...

Olá Mike,
Sempre fui apaixonado pela aviação e realmente este local parece ser o paraíso para quem gosta de aviões e gosta de "meter a mão na massa".
Só referir que esse deHavilland Rapide também é conhecido por cá, pois temos um no museu do ar (é um avião muito bonito).
Parabéns mais uma excelente reportagem.
Um abraço.

Carlos said...

Oi Miguel (do beygi) vejo que estas bem, um pouco mais gordo mas penso que isso é reflexo da idade e da boa vida.
Eu sou o Mata dos bombeiros, penso que te lembras de mim?? Descobri o teu blogue por um comentário que deixas-te num blogue chamado Democracia em Portugal, como tens passado?? há muito tempo que não te vejo, pois também bazei da margem sul, mas vim um pouco mais para sul (ainda não tive a tua coragem e deixar este pais da treta…) estou a viver em Faro. Diz qualquer coisa o meu mail é carlosmata686@gmail.com um abraço e fica bem.
PS: ainda és apanhado pelos carochas??

Mike Silva said...

Ganda Mata!

Mais uma agradável experiência que este projecto Sala das máquinas me proporciona. Encontrar amigos há muito "fugidos".


Ora vamos então lá experimentar esse Mail...